Nutrição Saudável

Home / Nutrição Saudável

A recomendação de alimentação para diabetes não difere da alimentação do não diabético, sendo baseada na ingestão adequada de carboidratos, proteínas e gorduras ajustados às necessidades energéticas e preferências do indivíduo. Deve ser adequada de acordo com sexo, idade e nível de atividade física, e pode-se obter inúmeros benefícios com um cardápio balanceado:

  • manter ou atingir o peso ideal;
  • favorecer crescimento e desenvolvimento saudáveis;
  • alcançar níveis glicêmicos adequados;
  • alcançar níveis de colesterol e triglicérides adequados;
  • diminuir as complicações do diabetes.

O cardápio deve conter alimentos de todos os grupos de nutrientes.

Alimentar

Pirâmide alimentar:

 

1. Carboidratos (energéticos)

 

  • Base da pirâmide: grupo dos cereais, tubérculos, raízes (5 a 9 porções).
  • São os alimentos ricos em carboidratos, sendo a maior fonte de energia para nosso corpo. Devem ser consumidos mais vezes ao longo do dia.
  • Exemplos: arroz, macarrão, batata, inhame, mandioca, cereais, pães, biscoitos.
  • Dica: Dar preferência aos alimentos integrais. Para variar a alimentação, a quantidade de arroz recomendada na dieta pode ser substituída por igual porção de batatas, mandioca, cará, milho verde, macarrão e outras massas, angu, farofa e outras farinhas.

 

2. Fibras, vitaminas e minerais (reguladores)

  • Representam o segundo degrau da pirâmide e estão presentes na maioria das frutas (3 a 5 porções) e hortaliças (4 a 5 porções);
  • Lentificam a absorção da glicose, melhoram os níveis de colesterol e contribuem para o bom funcionamento do intestino.
  • São responsáveis pela regulação e garantia do bom funcionamento do nosso corpo.
  • Exemplos: alface, couve, tomate, cenoura, beterraba, pepino, maçã, melancia, laranja, banana.
  • Dica: prefira os vegetais na sua forma natural, crus e com casca, pois a quantidade de nutrientes é maior do que em alimentos descascados e cozidos.

 

3. Proteínas (construtores)

 

  • Ocupam o terceiro degrau da pirâmide: são os alimentos construtores, necessários para o crescimento e manutenção dos tecidos.
  • Exemplos: carnes (boi, porco, aves, peixes), ovos, leites e derivados, além das fontes de proteínas vegetais como soja e feijões;
  • Dica: Os alimentos ricos em proteína animal devem ser consumidos com moderação, pois são ricos em gorduras saturadas.

 

4. Gorduras e doces (consumo moderado)

 

  • Estão no quarto e último degrau da pirâmide: são responsáveis por fornecer energia, porém geralmente já estão presentes em preparações e seu excesso contribui para o aumento do peso;
  • Exemplos: manteiga, batata frita, açúcar, bala, sorvete, chocolate.
  • Dica: Procure evitar todos os alimentos ricos em gorduras, principalmente gorduras de origem animal ou gorduras vegetais sólidas. As melhores alternativas são os óleos vegetais. Use-os para preparar suas refeições, sem excessos. 

 

5. Água:

 

  • Não deve ser esquecida, pois hidrata e serve como transportador dos demais nutrientes.

O nosso organismo precisa receber quantidades adequadas de alimentos de cada um desses grupos. Portanto, para ter uma alimentação saudável, lembre-se da Pirâmide dos Alimentos.